Túnica masculina PDF Imprimir E-mail
Escrito por Administrator   
29-Nov-2010

1 Objeto

Túnica Masculina (Bege, Branca ou cinza)


2 Aplicação

Compõem os uniformes A1 (Cerimônia Branco), A2 (cerimônia Bege) e A3 (cerimônia Cinza)

 

3 Características Gerais

Confeccionada em tecido gabardine (75% poliéster/25% viscose) apresentando qualidade específica de não amarrotamento, de estabilidade e de resistência, bem como liso e homogêneo, isento de manchas, falhas, bolotas ou outros defeitos prejudiciais e, trazer uma etiqueta indicativa da procedência do artigo e do número do manequim a que se refere, embutida na gola do paletó.


4 Características Específicas

4.1Talhe: como o dos paletós, com comprimento até a altura dos quadris, proporcional ao tamanho do manequim, tendo uma sobra de 6,0cm, em relação ao quadro de confecção (no tórax) e na barra deverá ter uma sobra que permita aumentá-la em 2,0cm;

4.2 Dianteiro: devidamente embutido com entretela de lã ou colante, cobrindo os pinchais dos dianteiros, com forro do mesmo tecido, onde será embutido um bolso interno; abotoado com 04 botões grandes, tipo Cruzeiro do Sul, começando na parte inferior da lapela e terminando na altura superior do cós dos bolsos inferiores, com intervalos iguais entre si; deverá, ainda ter sobra tecido de 2,5cm de largura, no mínimo;

4.3 Gola: aberta, tipo paletó, devidamente entretelada;

4.4 Costas: será cinturada com uma costura ao centro, com uma abertura inferior correspondente a 1/3 do comprimento e apresentando uma sobra não a 2,5cm, devendo ter ainda cachaceira do mesmo tecido, exceto para os uniformes de cerimônia verão e inverno, cujas túnicas terão uma costura ao centro em toda a sua extensão:

4.5 Bolsos: (terá 08 bolsos) - 02 aplicados, superiores, retangulares com macho na largura de 3,0cm, com os cantos inferiores arredondados e fechados por portinholas retangulares, abotoados por botões pequenos, tipo Cruzeiro do Sul; os bolsos superiores colocados de sorte que fiquem, as partes superiores, acima de 6,0cm da primeira casa superior; 02 aplicados, inferiores, trapezoidais, com macho na largura de 3,0cm, com cantos inferiores arredondados e fechados por portinholas retangulares, abotoados por botões pequenos, tipo Cruzeiro do Sul; os bolsos inferiores serão colocados de sorte que fiquem cerca de 7,0cm abaixo da cintura;

4.6Aplicação Aplicação do Distintivo da Corporação fixado na manga esquerda a 4,0cm da costura de fixação da platina e distintivo do Estado fixado na manga direita a 4,0 cm da costura de fixação da platina.

4.7 Platinas: do mesmo tecido, com um mínimo de 13,0cm de comprimento e com 5,0cm de largura, fixada a costura da manga, preso a 4,5 cm do degolo por abotoamento de um botão metálicos pequenos (tipo Cruzeiro do Sul), terminando em ângulo, com 01 pesponto;



(1) pequeno


Tamanho

Largura(cm)



Comprimento

(cm)


Largura tampa (cm)


Superior

Inferior



42

10,5

11,5

13,0

6,0

44

11,0

----

13,5

----

46

----

12,0

----

6,0

48

12,0

----

14,0

----

50

----

13,0

----

6,0

52

12,5

----

14,5

----

54

----

13,5

----

6,5



(2) grande:



Tamanho

Largura(cm)



Comprimento

(cm)


Largura tampa (cm)


Superior

Inferior



42

15,5

16,5

18,5

7,0

44

16,0

----

19,0

----

46

----

17,0

----

7,0

48

17,0

----

20,0

----

50

----

18,0

----

7,0

52

18,0

----

21,0

----

54

----

19,0

----

7,5


5 Características da Modelagem

5.1 Gola tipo paletó com capa e baixo de gola.

5.2 Bolsos externos chapados com pregas macho e portinholas abotoáveis.

5.3 Bolsos internos imbutidos.

5.4 Traseiro com abertura central.

5.5 Tipo de Costuras:

5.5.1Fechamentos das ilhargas, ombros, união dos traseiros, colocação de mangas, gola, bolsos, portinholas, canhão, pences, bainha e pespontos = Máquina reta 01 agulha ponto fixo.

5.5.2 Overlock nas partes desfiantes do tecido.

5.6 Requisitos de Costura:

5.6.1 Frente:

5.6.1.1Gola paletó pespontada em seu contorno em máquina reta 01 agulha, costura a 07 ±1,0mm da borda.

5.6.1.2 Bainhas dos bolsos viradas e pespontadas em máquina reta 01 agulha, costura a 07 ±1,0mm da borda.

5.6.1.3 Bolsos chapados com prega macho e cantos arredondados fixados em máquina reta 01 agulha com costura a 07 ±1,0mm, aplicado em seu contorno ponto invisível.

5.6.1.4 Portinholas fixada e pespontadas em seu contorno em máquina reta 01 agulha costura a 7 ±1,0mm da borda.

5.6.1.5 Pences da frente (duas de cada lado) pespontadas em máquina reta 01 agulha costura a 7 ±1,0mm da borda.

5.6.1.6 Vista de botões sobreposta a frente (direita), pregada em máquina reta 1 agulha costura a 1,0mm da borda, pesponto duplo em seu contorno.

5.6.1.7Bolsos internos embutidos com vivo, pespontado no contorno da boca em máquina reta 01 agulha costura a 1,0mm da borda.

5.6.1.8Costas: com abertura central pespontada com máquina reta 01 agulha, costura a 7 ±1,0mm da borda.

5.7 Mangas:

5.7.1 Fechadas e pespontadas em máquina reta 01 agulha costura a 07 ±1,0mm da borda.

5.7.2 Fixação das mangas nos ombros inserindo as platinas.

5.7.3 Punhos pregados e pespontados em máquina reta 01 agulha costura do pesponto superior do punho a 07 ±1,0mm da borda.

5.8 Caseados:

5.8.1Caseado tipo olho:

5.8.1.1 Nas platinas no sentido horizontal, a 30,0m medidos do bico da platina ao centro do caseado.

5.8.1.2 Nas portinholas ao centro, no sentido vertical, a 20,0mm medidos da borda ao centro do caseado.

5.8.1.3 Na vista esquerda no sentido horizontal, a 30,0mm medidos da borda ao centro do caseado.

5.8.2 Caseado redondo:

5.8.2.1 Nas platinas, eqüidistantes entre o caseado de olho e a fixação.

5.8.2.2 Na vista direta (sobreposta) a 15,0mm medidos da borda ao centro do caseado.

5.8.2.3 Nas bolsos externos centralizado aos caseados das portinholas.

5.9 Botões:

5.9.1 Nos ombros centralizados aos caseados das platinas.

5.9.2 Nos bolsos nos caseados redondos.

5.9.3 Na vista esquerda, nos caseados redondos.

5.10 Aviamentos:

5.10.1 Linhas e forro da cor do tecido.

5.10.2 linha pes./alg. ou puro pes. 120 para costuras de fixação, pespontos e overlock.

5.10.3 linha pes./alg. ou puro pes. 80 para caseados.

5.10.4 botões metálicos(tipo Cruzeiro do Sul) auto substituíveis.

5.10.5 entretela (puro pes. ou pes./alg. pré encolhido). Pontos por cm= 3,0 a 3,5cm em todas as costuras.


6 Etiquetas


Deverá ter etiqueta de pano indicativa do número do manequim a que se refere, composição do tecido e procedência, bem como instruções de conservação; devidamente costurada internamente, junto ao primeiro passantes do dianteiro.

6.1De garantia total/confecção, identificação do tecido e de tamanho da prenda.


7 Embalagem

7.1 As peças deverão ser acondicionadas em caixas de papelão com as seguintes medidas: 90 cm de comprimento, 45 cm de largura, 22 cm de altura e 04 cm de espessura.

7.2 Nas caixas virão 12 unidades da peça envolvidas em sacos plásticos.

7.3 Na parte lateral externa da caixa deverá uma tarja de identificação contendo as seguintes informações:




  1. Logomarca e nome do fabricante

  2. Nome do produto

  3. Tamanho/largura/n.º da peça

  4. Quantidade de peças

05) Número do lote


8 Plano de Amostragem

Para fins de realização de inspeção visual, manual, metrológica serão apresentadas as seguintes amostras:

8.1Durante a fase de licitação

As empresas licitantes deverão apresentar um exemplar de cada item cotado, como amostra, por ocasião da apresentação das propostas de fornecimento.

8.2 No Recebimento

8.2.1 Lote: cada lote entregue será amostrado segundo a NBR 5426, nas seguintes condições:

8.2.1.1 Plano de amostragem: dupla

8.2.1.2 Regime de inspeção: normal

8.2.1.3 Nível de inspeção II.

8.2.2 Tabela de referência: A retirada da amostra será feita utilizando-se a Tabela de números aleatórios prevista na NBR 5425, observando-se a tabela 3:


TABELA 3


PLANO DE AMOSTRAGEM


TIPO DE LOTE

PLANO DE

AMOSTRAGEM

INSPEÇÃO

REGIME

NÍVEL

Lote de inspeção (Quantidade entregue à PMMG numa mesma data ou período)

Dupla

Normal

II


8.2.3 Teste: Quando um determinado teste exigir uma quantidade de material maior que a amostra obtida segundo os critérios estabelecidos nesta norma, o mesmo deverá ser realizado censitariamente.

8.2.4 Outros planos de amostragem serão exigidos, de acordo com a conveniência administrativa, especialmente nos casos em que se deseja maior ou menor severidade na inspeção, maior celeridade e/ou menor custo na realização das inspeções e ensaios.


9 Inspeção visual, manual e metrológica

9.1Tolerâncias e Permissões

Serão considerados defeitos todas as ocorrências e/ou irregularidades que possam, de forma direta ou indireta, alterar as características normais da peça, inviabilizar o seu uso ou, ainda, causar insatisfação e desconforto ao usuário final.

9.2 Níveis de Qualidade Aceitável (NQA)

9.2.1 Defeito Crítico: NQA = 0,0

9.2.3 Defeito Tolerável: NQA = 2,5

9.2.4 Principais Irregularidades e suas Tolerâncias/Permissões


10 Testes de Desempenho

10.1 Inspeção Visual e Metrológica

Será realizada inspeção visual e metrológica, para verificar o seguinte:

10.1.1 Se existem rugas, bolhas, vincos, rasgões ou quaisquer defeitos que evidenciem defeitos de fabricação do tecido ou defeitos de modelagem das peças.

10.1.2 Existência das etiquetas constantes do item 8 da Norma.

10.1.3 Se as medidas estão de acordo com as exigências desta Norma.

10.2 Verificação das medidas

Será feita conforme a tabela de medida desta norma (TABELAS 1 e 2).

10.3 Testes laboratoriais

Testes em laboratórios especializados podem ser realizados, caso a Comissão de Avaliação e Recebimento de Materiais (CPARM), julgue necessária a sua realização.


11 Aceitação e Rejeição

As túnicas masculinas que não satisfaçam aos requisitos especificados nesta norma devem ser rejeitadas.



Atualizado em ( 29-Nov-2010 )
 
© 2014 FARDAMENTO
Joomla! é um software livre disponibilizado sob licença GNU/GPL.